• 1980 - Uma década de lutas nas ruas e na cena teatral da cidade de São Paulo

    Alexandre Mate

    Editora Unesp

    Tida por muitos brasileiros como "a década perdida", os anos 1980 foram, no entanto, bastante ricos politica e culturalmente. Foram os anos da retomada das lutas populares que culminaram no movimento pelas eleições diretas, e, ainda, os anos da polêmica e da diversidade da produção cultural, especialmente no teatro paulistano. O autor faz foco na produção teatral da cidade, procurando situá-la no contexto político e econômico daquele período, caracterizado pela transição em todas as esferas da vida pública e econômica e de cujas contradições a atividade não teria como escapar. Com bastante profundidade e detalhamento, ele apresenta as várias tendências então em choque, contando como se deram as tentativas dos artistas de escapar da censura e dos patrulhamentos ideológicos e abordando o surgimento das novas formas de organização coletiva. O livro prova que, pelo menos em São Paulo, o teatro dos anos 1980 esteve sempre muito longe do conformismo, tendo sido, pelo contrário, uma espécie de caldeirão de novas experiências, que dariam os seus frutos mais maduros nas décadas seguintes.
    Ler mais Ler menos
    Pré-venda
    Este livro será lançado em
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 278
    Peso do arquivo 0.54MB
    Ano da publicação 2018

    Sinopse

    Tida por muitos brasileiros como "a década perdida", os anos 1980 foram, no entanto, bastante ricos politica e culturalmente. Foram os anos da retomada das lutas populares que culminaram no movimento pelas eleições diretas, e, ainda, os anos da polêmica e da diversidade da produção cultural, especialmente no teatro paulistano. O autor faz foco na produção teatral da cidade, procurando situá-la no contexto político e econômico daquele período, caracterizado pela transição em todas as esferas da vida pública e econômica e de cujas contradições a atividade não teria como escapar. Com bastante profundidade e detalhamento, ele apresenta as várias tendências então em choque, contando como se deram as tentativas dos artistas de escapar da censura e dos patrulhamentos ideológicos e abordando o surgimento das novas formas de organização coletiva. O livro prova que, pelo menos em São Paulo, o teatro dos anos 1980 esteve sempre muito longe do conformismo, tendo sido, pelo contrário, uma espécie de caldeirão de novas experiências, que dariam os seus frutos mais maduros nas décadas seguintes.
    Ler mais Ler menos

    Ficha técnica

    • Autor(a) Alexandre Mate
    • Tradutor(a)
    • Gênero Teoria e Crítica de arte
    • Editora Editora Unesp
    • Páginas 278
    • Ano 2018
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9788568334249
    • Peso do arquivo 0.54MB