• A Bioética de V. R. Potter: 50 anos depois

    Anor Sganzerla, Diego Carlos Zanella

    PUCPRess

    Van Rensselaer Potter (1911-2001) já era um cientista internacionalmente conhecido, quando, em 1970, publicou seu artigo seminal que (re)criou o conceito de bioética, a saber, Bioética: A Ciência da Sobrevivência. No ano seguinte, em 1971, publicou seu livro pioneiro: Bioética: Ponte para o Futuro, e alguns anos depois, em 1988, Bioética Global, seu segundo livro sobre o tema, o qual procurava ampliar os horizontes da bioética. Nesse livro, disse: "A bioética global é proposta como um programa secular de evolução de uma moralidade que demandará decisões na assistência médica e na preservação do ambiente natural. É uma moralidade de responsabilidade. Embora descrita como um programa secular, ela não deve ser confundida com o humanismo secular. A bioética global pode coexistir com o humanismo secular desde que se possa concordar que as leis naturais que governam a biosfera – de fato, o Universo – não vão mudar de acordo com os desejos de indivíduos, governos ou preferências religiosas. [...] A bioética continua sendo o que era originalmente – um sistema de moralidade baseado em conhecimento biológico e valores humanos, com a espécie humana aceitando a responsabilidade pela própria sobrevivência e pela preservação do ambiente natural" (V. R. Potter, Bioética global).
    Ler mais Ler menos
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 170
    Peso do arquivo 3.46MB
    Ano da publicação 2020
    Tradutor(a)

    Sinopse

    Van Rensselaer Potter (1911-2001) já era um cientista internacionalmente conhecido, quando, em 1970, publicou seu artigo seminal que (re)criou o conceito de bioética, a saber, Bioética: A Ciência da Sobrevivência. No ano seguinte, em 1971, publicou seu livro pioneiro: Bioética: Ponte para o Futuro, e alguns anos depois, em 1988, Bioética Global, seu segundo livro sobre o tema, o qual procurava ampliar os horizontes da bioética. Nesse livro, disse: "A bioética global é proposta como um programa secular de evolução de uma moralidade que demandará decisões na assistência médica e na preservação do ambiente natural. É uma moralidade de responsabilidade. Embora descrita como um programa secular, ela não deve ser confundida com o humanismo secular. A bioética global pode coexistir com o humanismo secular desde que se possa concordar que as leis naturais que governam a biosfera – de fato, o Universo – não vão mudar de acordo com os desejos de indivíduos, governos ou preferências religiosas. [...] A bioética continua sendo o que era originalmente – um sistema de moralidade baseado em conhecimento biológico e valores humanos, com a espécie humana aceitando a responsabilidade pela própria sobrevivência e pela preservação do ambiente natural" (V. R. Potter, Bioética global).

    Ficha técnica

    • Autor(a) Anor Sganzerla, Diego Carlos Zanella
    • Tradutor(a)
    • Gênero Filosofia e Ética
    • Editora PUCPRess
    • Páginas 170
    • Ano 2020
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9786587802343
    • Peso do arquivo 3.46MB