• A frase urbana: ensaios sobre a cidade

    Jean-Christophe Bailly

    Bazar do Tempo

    A obra do filósofo, crítico e ensaísta francês Jean-Christophe Bailly, um dos mais importantes intelectuais da atualidade, se distingue especialmente pela capacidade de abrir perspectivas e de articular conexões interrogando os modos de existência sensível das coisas inanimadas e dos viventes, as experiências de partilha e de separação da vida em comum, e dando especial atenção à leitura dos signos que se depositam e se propagam no espaço e no tempo. Em A frase urbana – ensaios sobre a cidade, Bailly propõe leituras originais de grandes cidades a vilarejos, explorando, através de associações com a "massa de signos" que se apresentam nesses espaços, suas memórias, personagens, artes e objetos. Nessa análise que se constrói caminhando, o autor nos convida a atravessar ruelas e boulevards de Paris, a olhar os tijolos tipográficos do Central Park, em Nova York, a viajar pela história dos azulejos de Lisboa, a se deslumbrar com a composição urbana infinita de Tóquio, a conhecer as casas comunais dos vilarejos da floresta equatorial.
    Ler mais Ler menos
    Pré-venda
    Este livro será lançado em
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 250
    Peso do arquivo 2.89MB
    Ano da publicação 2021
    Tradutores(as) André Cavendish, Marcelo Jacques de Moraes

    Sinopse

    A obra do filósofo, crítico e ensaísta francês Jean-Christophe Bailly, um dos mais importantes intelectuais da atualidade, se distingue especialmente pela capacidade de abrir perspectivas e de articular conexões interrogando os modos de existência sensível das coisas inanimadas e dos viventes, as experiências de partilha e de separação da vida em comum, e dando especial atenção à leitura dos signos que se depositam e se propagam no espaço e no tempo. Em A frase urbana – ensaios sobre a cidade, Bailly propõe leituras originais de grandes cidades a vilarejos, explorando, através de associações com a "massa de signos" que se apresentam nesses espaços, suas memórias, personagens, artes e objetos. Nessa análise que se constrói caminhando, o autor nos convida a atravessar ruelas e boulevards de Paris, a olhar os tijolos tipográficos do Central Park, em Nova York, a viajar pela história dos azulejos de Lisboa, a se deslumbrar com a composição urbana infinita de Tóquio, a conhecer as casas comunais dos vilarejos da floresta equatorial.
    Ler mais Ler menos

    Ficha técnica

    • Autor(a) Jean-Christophe Bailly
    • Tradutor(a) André Cavendish, Marcelo Jacques de Moraes
    • Gênero Arquitetura
    • Editora Bazar do Tempo
    • Páginas 250
    • Ano 2021
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9786586719390
    • Peso do arquivo 2.89MB