• A reintegração social por meio dos Conselhos da Comunidade

    Jorge Chade Ferreira

    Editora Dialética

    O livro trata de vários aspectos dos Conselhos da Comunidade, órgãos fundamentais da Execução Penal. Comentam-se no texto as atribuições, os objetivos institucionais e a composição destes órgãos, enfatizando a atuação deles com a reintegração social (que difere da atuação com ressocialização), escorando-se para tanto no paradigma das inter-relações sociais e na denominada Criminologia Clínica de Inclusão Social. Partindo de conceitos fundamentais e da análise da atuação destes órgãos, é possível vislumbrar as facilidades e as dificuldades para a realização do intento primordial: reintegrar a sociedade ao cárcere e o cárcere à sociedade, por meio da construção de um contínuo e simétrico diálogo entre estas partes historicamente antagonizadas. Embasado em documentos produzidos pelos próprios Conselhos e por órgãos de política criminal e penitenciária, as tarefas dos Conselheiros são detalhadas, bem como se analisa a relação dos Conselhos com os demais órgãos da Execução, sempre considerando o viés reintegrador e a desiderato humanitário. A participação social é a tônica do trabalho, que foi adaptado para abarcar as alterações legais mais recentes, dentre elas, o Pacote Anticrime. A experiência do autor com a questão penitenciária foi primordial para se entender melhor a posição dos Conselhos dentro do complexo sistema prisional.
    Ler mais Ler menos
    Pré-venda
    Este livro será lançado em
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 416
    Peso do arquivo 2.31MB
    Ano da publicação 2021

    Sinopse

    O livro trata de vários aspectos dos Conselhos da Comunidade, órgãos fundamentais da Execução Penal. Comentam-se no texto as atribuições, os objetivos institucionais e a composição destes órgãos, enfatizando a atuação deles com a reintegração social (que difere da atuação com ressocialização), escorando-se para tanto no paradigma das inter-relações sociais e na denominada Criminologia Clínica de Inclusão Social. Partindo de conceitos fundamentais e da análise da atuação destes órgãos, é possível vislumbrar as facilidades e as dificuldades para a realização do intento primordial: reintegrar a sociedade ao cárcere e o cárcere à sociedade, por meio da construção de um contínuo e simétrico diálogo entre estas partes historicamente antagonizadas. Embasado em documentos produzidos pelos próprios Conselhos e por órgãos de política criminal e penitenciária, as tarefas dos Conselheiros são detalhadas, bem como se analisa a relação dos Conselhos com os demais órgãos da Execução, sempre considerando o viés reintegrador e a desiderato humanitário. A participação social é a tônica do trabalho, que foi adaptado para abarcar as alterações legais mais recentes, dentre elas, o Pacote Anticrime. A experiência do autor com a questão penitenciária foi primordial para se entender melhor a posição dos Conselhos dentro do complexo sistema prisional.
    Ler mais Ler menos

    Ficha técnica

    • Autor(a) Jorge Chade Ferreira
    • Tradutor(a)
    • Gênero Sociologia
    • Editora Editora Dialética
    • Páginas 416
    • Ano 2021
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9786587402376
    • Peso do arquivo 2.31MB