• A Religião de Nietzsche: desmistificando o Pirronismo de Nietzsche

    Linardi Gomes

    Editora Dialética

    Nesta obra, simplesmente, estou evidenciando a possibilidade de que o Homem não consegue viver sem expressar o seu sentimento religioso. Não é paradoxo afirmar religião de Nietzsche? Desmistificar o quê em Nietzsche? Aparentemente parece ser um paradoxo, mas ao longo da leitura veremos que não. Nietzsche negou Deus o tempo todo em suas obras, em contrapartida viveu o tempo todo entranhado na metafísica, ele era inegavelmente um religioso. Há um chocante paradoxo nessa afirmativa, já que a maioria dos nietzschianos considera a religião simples sobrevivência histórica e cultural. Na verdade, existem diferentes teologias, diferentes ateus e diferentes nietzschianos... E afinal, podemos afirmar que Nietzsche possuía uma religião? É o que veremos neste livro. Encontramos vários indícios remanescentes religiosos em suas obras, e tudo nos leva a crer que a religião dele era impregnada de misticismo enigmático, camuflada de forma antropológica, existencialista e psicológica. O eterno retorno, Zaratustra e super-homem são provas dessa afirmação, assim como cada um possui a sua concepção em Deus. Nietzsche não fugia à regra...
    Ler mais Ler menos
    Pré-venda
    Este livro será lançado em
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 156
    Peso do arquivo 1.69MB
    Ano da publicação 2021
    Tradutor(a)

    Sinopse

    Nesta obra, simplesmente, estou evidenciando a possibilidade de que o Homem não consegue viver sem expressar o seu sentimento religioso. Não é paradoxo afirmar religião de Nietzsche? Desmistificar o quê em Nietzsche? Aparentemente parece ser um paradoxo, mas ao longo da leitura veremos que não. Nietzsche negou Deus o tempo todo em suas obras, em contrapartida viveu o tempo todo entranhado na metafísica, ele era inegavelmente um religioso. Há um chocante paradoxo nessa afirmativa, já que a maioria dos nietzschianos considera a religião simples sobrevivência histórica e cultural. Na verdade, existem diferentes teologias, diferentes ateus e diferentes nietzschianos... E afinal, podemos afirmar que Nietzsche possuía uma religião? É o que veremos neste livro. Encontramos vários indícios remanescentes religiosos em suas obras, e tudo nos leva a crer que a religião dele era impregnada de misticismo enigmático, camuflada de forma antropológica, existencialista e psicológica. O eterno retorno, Zaratustra e super-homem são provas dessa afirmação, assim como cada um possui a sua concepção em Deus. Nietzsche não fugia à regra...
    Ler mais Ler menos

    Ficha técnica

    • Autor(a) Linardi Gomes
    • Tradutor(a)
    • Gênero Filosofia e Ética
    • Editora Editora Dialética
    • Páginas 156
    • Ano 2021
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9786559562626
    • Peso do arquivo 1.69MB