• As Faces Escuras da Grande Mãe: Como usar o poder da sombra na cura da mulher

    Mirella Faur

    Editora Alfabeto

    Os arquétipos das Deusas Escuras personificam diversos atributos sagrados femininos, antigamente cultuados e respeitados, depois rejeitados e condenados. Para a maior parte das pessoas, tudo aquilo que aparentemente ameaça a segurança dos seus conceitos racionais é evitado, rejeitado ou negado. Os ensinamentos da Deusa Escura e os rituais da Lua Negra foram proibidos e depois esquecidos, enquanto a existência das sombras — individuais, coletivas — era ignorada ou negada. Porém, as sombras existem na psique de todos nós, homens e mulheres, povoando o nosso interior com sentimentos de culpa, medo, raiva, inveja, cobiça, com complexos de fracasso, baixa autoestima e rejeição, criando assim disfunções, projeções, dependências, sofrimentos e predisposição a violências e abusos. Os arquétipos das Deusas Escuras ajudam a mulher a compreender a sua necessidade de integração e libertação das amarras dos condicionamentos, encontrando a verdade interior, expressando tanto as suas facetas "claras" como as "escuras", sem medo ou identificação com os parâmetros masculinos e as exigências socioculturais. Visando a cura e a transformação da mulher, este inédito e muito bem documentado livro oferece orientações para explorar os recantos "escuros" e desafiadores da psique e, por meio de mitos, simbolismos e arquétipos, ampliar o autoconhecimento. Com a ajuda das práticas mágicas e meditações descritas, as buscadoras vão encontrar caminhos e meios para alcançar a sua integração e renovação, psíquica e espiritual. "Uma pessoa não se torna iluminada imaginando figuras de luz, mas transformando a escuridão em consciência." Carl G. Jung
    Ler mais Ler menos
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 672
    Peso do arquivo 2.04MB
    Ano da publicação 2016
    Tradutor(a)

    Sinopse

    Os arquétipos das Deusas Escuras personificam diversos atributos sagrados femininos, antigamente cultuados e respeitados, depois rejeitados e condenados. Para a maior parte das pessoas, tudo aquilo que aparentemente ameaça a segurança dos seus conceitos racionais é evitado, rejeitado ou negado. Os ensinamentos da Deusa Escura e os rituais da Lua Negra foram proibidos e depois esquecidos, enquanto a existência das sombras — individuais, coletivas — era ignorada ou negada. Porém, as sombras existem na psique de todos nós, homens e mulheres, povoando o nosso interior com sentimentos de culpa, medo, raiva, inveja, cobiça, com complexos de fracasso, baixa autoestima e rejeição, criando assim disfunções, projeções, dependências, sofrimentos e predisposição a violências e abusos. Os arquétipos das Deusas Escuras ajudam a mulher a compreender a sua necessidade de integração e libertação das amarras dos condicionamentos, encontrando a verdade interior, expressando tanto as suas facetas "claras" como as "escuras", sem medo ou identificação com os parâmetros masculinos e as exigências socioculturais. Visando a cura e a transformação da mulher, este inédito e muito bem documentado livro oferece orientações para explorar os recantos "escuros" e desafiadores da psique e, por meio de mitos, simbolismos e arquétipos, ampliar o autoconhecimento. Com a ajuda das práticas mágicas e meditações descritas, as buscadoras vão encontrar caminhos e meios para alcançar a sua integração e renovação, psíquica e espiritual. "Uma pessoa não se torna iluminada imaginando figuras de luz, mas transformando a escuridão em consciência." Carl G. Jung

    Ficha técnica

    • Autor(a) Mirella Faur
    • Tradutor(a)
    • Gênero Esoterismo
    • Editora Editora Alfabeto
    • Páginas 672
    • Ano 2016
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9788598307824
    • Peso do arquivo 2.04MB