• Aspectos Interativos da Entrevista Oral Com Moradores de Uma Comunidade Quilombola, em Alagoas

    Josimar Gomes da Silva

    Editora Dialética

    Este trabalho, inserido na linha da Análise da Conversação, tem como objetivo analisar os aspectos interativos da entrevista oral com moradores de uma comunidade quilombola da Região Serrana dos Quilombos, em Alagoas. Serviram de aporte teórico para as análises dos textos orais as discussões de: Marcuschi (2002; 2003; 2006; 2010a; 2012), Kerbrat-Orecchioni (2006), Levinson (2007), Koch (1992; 2003; 2005) e Santos (2004; 2013) no que diz respeito à contribuição dos estudos conversacionais para as análises do corpus, bem como os estudos de Hoffnagel (2010), Fávero (1999; 2006), Costa (2014) e Morais & Santos (2014), no que concerne ao tratamento do gênero entrevista oral. Quanto ao aspecto metodológico, este trabalho segue o método fenomenológico (HUSSERL, 2000; MOREIRA, 2002), que evidencia a análise descritivo-interpretativa dos dados colhidos, na linha da pesquisa qualitativa (MINAYO, 1998; FLICK, 2004). Esta pesquisa utiliza o corpus de entrevistas realizadas com moradores da comunidade quilombola Mariana, situada no município de Santana do Mundaú, em Alagoas, o qual é formado por quinze entrevistas. Dessas entrevistas, foram retirados, aleatoriamente, seis fragmentos para as análises. Os resultados apontam para a existência de marcas interativas que possibilitam a organização dos turnos por meio dos pares adjacentes, do uso de repetições e de marcadores conversacionais. A relevância da pesquisa se dá por analisar os aspectos interativos em entrevistas orais a quilombolas alagoanos.
    Ler mais Ler menos
    Pré-venda
    Este livro será lançado em
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 200
    Peso do arquivo 3.68MB
    Ano da publicação 2021

    Sinopse

    Este trabalho, inserido na linha da Análise da Conversação, tem como objetivo analisar os aspectos interativos da entrevista oral com moradores de uma comunidade quilombola da Região Serrana dos Quilombos, em Alagoas. Serviram de aporte teórico para as análises dos textos orais as discussões de: Marcuschi (2002; 2003; 2006; 2010a; 2012), Kerbrat-Orecchioni (2006), Levinson (2007), Koch (1992; 2003; 2005) e Santos (2004; 2013) no que diz respeito à contribuição dos estudos conversacionais para as análises do corpus, bem como os estudos de Hoffnagel (2010), Fávero (1999; 2006), Costa (2014) e Morais & Santos (2014), no que concerne ao tratamento do gênero entrevista oral. Quanto ao aspecto metodológico, este trabalho segue o método fenomenológico (HUSSERL, 2000; MOREIRA, 2002), que evidencia a análise descritivo-interpretativa dos dados colhidos, na linha da pesquisa qualitativa (MINAYO, 1998; FLICK, 2004). Esta pesquisa utiliza o corpus de entrevistas realizadas com moradores da comunidade quilombola Mariana, situada no município de Santana do Mundaú, em Alagoas, o qual é formado por quinze entrevistas. Dessas entrevistas, foram retirados, aleatoriamente, seis fragmentos para as análises. Os resultados apontam para a existência de marcas interativas que possibilitam a organização dos turnos por meio dos pares adjacentes, do uso de repetições e de marcadores conversacionais. A relevância da pesquisa se dá por analisar os aspectos interativos em entrevistas orais a quilombolas alagoanos.
    Ler mais Ler menos

    Ficha técnica

    • Autor(a) Josimar Gomes da Silva
    • Tradutor(a)
    • Gênero Sociologia
    • Editora Editora Dialética
    • Páginas 200
    • Ano 2021
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9786559565498
    • Peso do arquivo 3.68MB