• Dano cerebral, uma ode a lobotomia social

    Julia Mota

    Editora Dialética

    No sombrio epílogo do áureo século XX, tornou a emergir pelos caliginosos e insólitos subúrbios do obscuro Condado de Gloucestershire, Inglaterra, uma nebulosa propagação de uma bizarra atmosfera tenebrosamente cabalística de uma indecifrável família, a qual fora consumando, através de oculto e ominoso feitio, uma conjuntura de incidentes, que mais tarde foi alcunhado como um dos mais brutalmente perturbadores e enigmáticos casos já registrados na história do país. Alguns fragmentos deste caso, foram descritos em cartas por um membro da família, a médica psiquiatra Dra. Emma Brook, cuja conturbada e mísera vida fora absolutamente destruída em virtude de um degenerativo, incurável e nefasto distúrbio mental. Tal impiedoso quadro patológico, atrozmente consolidado a uma extrema crueza execrável, imposta tiranicamente pela absurda ignorante alienação e insensata prepotência da sociedade e, essencialmente, pelos próprios inclementes, austeros e perversos familiares da médica, acabou por resultar num macabro final catastrófico. No entanto, há rumores de que os trechos que encontraram-se adornados nas cartas são relatos eufêmicos, e os indícios investigados e apurados pelas autoridades foram apenas ínfimos fragmentos de algo muito pior. O que ocorreu de fato, a história nua e crua, fora algo deveras mais bárbaro, sanguinolento e assombroso, e que ainda está sob severa inquirição.
    Ler mais Ler menos
    Pré-venda
    Este livro será lançado em
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 144
    Peso do arquivo 2.46MB
    Ano da publicação 2020

    Sinopse

    No sombrio epílogo do áureo século XX, tornou a emergir pelos caliginosos e insólitos subúrbios do obscuro Condado de Gloucestershire, Inglaterra, uma nebulosa propagação de uma bizarra atmosfera tenebrosamente cabalística de uma indecifrável família, a qual fora consumando, através de oculto e ominoso feitio, uma conjuntura de incidentes, que mais tarde foi alcunhado como um dos mais brutalmente perturbadores e enigmáticos casos já registrados na história do país. Alguns fragmentos deste caso, foram descritos em cartas por um membro da família, a médica psiquiatra Dra. Emma Brook, cuja conturbada e mísera vida fora absolutamente destruída em virtude de um degenerativo, incurável e nefasto distúrbio mental. Tal impiedoso quadro patológico, atrozmente consolidado a uma extrema crueza execrável, imposta tiranicamente pela absurda ignorante alienação e insensata prepotência da sociedade e, essencialmente, pelos próprios inclementes, austeros e perversos familiares da médica, acabou por resultar num macabro final catastrófico. No entanto, há rumores de que os trechos que encontraram-se adornados nas cartas são relatos eufêmicos, e os indícios investigados e apurados pelas autoridades foram apenas ínfimos fragmentos de algo muito pior. O que ocorreu de fato, a história nua e crua, fora algo deveras mais bárbaro, sanguinolento e assombroso, e que ainda está sob severa inquirição.
    Ler mais Ler menos

    Ficha técnica

    • Autor(a) Julia Mota
    • Tradutor(a)
    • Gênero Clássicos
    • Editora Editora Dialética
    • Páginas 144
    • Ano 2020
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9786587402086
    • Peso do arquivo 2.46MB