• Espiritualidade do Padre Diocesano

    Humberto Robson de Carvalho, Fernando Lorenz

    Paulus Editora

    A espiritualidade do padre diocesano fundamenta-se em Jesus Cristo, o Bom Pastor, como modelo da caridade pastoral. Na paróquia, ele desenvolve esta predileção amorosa com o povo de Deus, na graça do Espírito Santo. A inserção do padre diocesano em sua comunidade e, por sua vez, na diocese – por meio da incardinação, isto é, pelo vínculo jurídico, espiritual e esponsal assumido, em plena comunhão com o bispo, o presbitério e o povo de Deus – configura a diocesaneidade. O padre diocesano, no exercício de sua diocesaneidade, busca atualizar a sua vida em conformidade com Jesus, Mestre e Senhor, esvaziando-se de si mesmo (cf. Fl 2,6-8), procurando viver os mesmos sentimentos dele (cf. Fl 2,5), a ponto de também poder afirmar: "Eu vivo, mas já não sou eu quem vivo, pois é Cristo que vive em mim" (Gl 2,20). É a realização plena do sacramento do batismo, no qual Cristo nos faz novas criaturas, sendo que o presbítero é chamado a ser modelo e pai para toda a comunidade paroquial, assim como Jesus fez aos discípulos. Nisso consiste sua espiritualidade e seu carisma fundamental.
    Ler mais Ler menos
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 128
    Peso do arquivo 1.21MB
    Ano da publicação 2018
    Tradutor(a)

    Sinopse

    A espiritualidade do padre diocesano fundamenta-se em Jesus Cristo, o Bom Pastor, como modelo da caridade pastoral. Na paróquia, ele desenvolve esta predileção amorosa com o povo de Deus, na graça do Espírito Santo. A inserção do padre diocesano em sua comunidade e, por sua vez, na diocese – por meio da incardinação, isto é, pelo vínculo jurídico, espiritual e esponsal assumido, em plena comunhão com o bispo, o presbitério e o povo de Deus – configura a diocesaneidade. O padre diocesano, no exercício de sua diocesaneidade, busca atualizar a sua vida em conformidade com Jesus, Mestre e Senhor, esvaziando-se de si mesmo (cf. Fl 2,6-8), procurando viver os mesmos sentimentos dele (cf. Fl 2,5), a ponto de também poder afirmar: "Eu vivo, mas já não sou eu quem vivo, pois é Cristo que vive em mim" (Gl 2,20). É a realização plena do sacramento do batismo, no qual Cristo nos faz novas criaturas, sendo que o presbítero é chamado a ser modelo e pai para toda a comunidade paroquial, assim como Jesus fez aos discípulos. Nisso consiste sua espiritualidade e seu carisma fundamental.

    Ficha técnica

    • Autor(a) Humberto Robson de Carvalho, Fernando Lorenz
    • Tradutor(a)
    • Gênero Teologia e Estudos da Religião
    • Editora Paulus Editora
    • Páginas 128
    • Ano 2018
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9788534947558
    • Peso do arquivo 1.21MB