• O contágio da mentira: Como sobreviver na cultura do corona

    Martim Vasques da Cunha

    Editora Âyiné

    EmO Contágio da Mentira - Como sobreviver na cultura do corona, Martim Vasques da Cunha explica que a crise de hierarquia surgida com a pandemia da covid-19 não ocorreu somente no mundo da natureza ou no da cultura. Ela se deu sobretudo no mundo das elites intelectuais e políticas. E aqui não sabemos se, por exemplo, a peste pode ter sido causa ou consequência de más decisões desses homens públicos. O que se reconhece é que, nesses casos, há um flagelo ainda pior do que a catástrofe natural: a anarquia da sociedade. No livro, conta-se como, nesse ambiente de caos, a mentira impera – e infelizmente contagia aqueles que deveriam combatê-la a todo custo: os intelectuais, os escritores, os jornalistas e os pesquisadores da ciência. Ao mesmo tempo, o autor se pergunta se esses mesmos sujeitos, ao insistirem em suas opções equivocadas, não seriam uma peste à parte. Afinal, eles mexem com o conhecimento e a memória e, quando todos esses sábios se tornam indistintos, o próprio ato de conhecer perde a sua função e o seu propósito. Por isso,O Contágio da Mentirasurge para nos ajudar a entender um pouco mais o que realmente se passa quando uma epidemia atinge não só o tecido social, mas principalmente a própria existência de um país, no âmbito do que significa se informar e saber o que de fato acontece com seu povo.
    Ler mais Ler menos
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 107
    Peso do arquivo 0.23MB
    Ano da publicação 2020
    Tradutor(a)

    Sinopse

    EmO Contágio da Mentira - Como sobreviver na cultura do corona, Martim Vasques da Cunha explica que a crise de hierarquia surgida com a pandemia da covid-19 não ocorreu somente no mundo da natureza ou no da cultura. Ela se deu sobretudo no mundo das elites intelectuais e políticas. E aqui não sabemos se, por exemplo, a peste pode ter sido causa ou consequência de más decisões desses homens públicos. O que se reconhece é que, nesses casos, há um flagelo ainda pior do que a catástrofe natural: a anarquia da sociedade. No livro, conta-se como, nesse ambiente de caos, a mentira impera – e infelizmente contagia aqueles que deveriam combatê-la a todo custo: os intelectuais, os escritores, os jornalistas e os pesquisadores da ciência. Ao mesmo tempo, o autor se pergunta se esses mesmos sujeitos, ao insistirem em suas opções equivocadas, não seriam uma peste à parte. Afinal, eles mexem com o conhecimento e a memória e, quando todos esses sábios se tornam indistintos, o próprio ato de conhecer perde a sua função e o seu propósito. Por isso,O Contágio da Mentirasurge para nos ajudar a entender um pouco mais o que realmente se passa quando uma epidemia atinge não só o tecido social, mas principalmente a própria existência de um país, no âmbito do que significa se informar e saber o que de fato acontece com seu povo.

    Ficha técnica

    • Autor(a) Martim Vasques da Cunha
    • Tradutor(a)
    • Gênero Governo e Política
    • Editora Editora Âyiné
    • Páginas 107
    • Ano 2020
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9786586683332
    • Peso do arquivo 0.23MB