• O discurso do amor rasgado

    William Shakespeare, Geraldo Carneiro

    Nova Fronteira

    Te comparar com um dia de verão?Tu és mais temperada e adorável.
    Vento balança em maio a flor-botão
    E o império do verão não é durável.
    O sol às vezes brilha com rigor,
    Ou sua tez dourada é mais escura;
    Toda beleza enfim perde o esplendor,
    Por acaso ou descaso da Natura;
    Mas teu verão nunca se apagará,
    Perdendo a posse da beleza tua,
    Nem a morte rirá por te ofuscar,
    Se em versos imortais te perpetuas.Enquanto alguém respire e veja e viva,
    Viva este poema, e nele sobrevivas.
    Ler mais Ler menos
    Pré-venda
    Este livro será lançado em
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 136
    Peso do arquivo 0.34MB
    Ano da publicação 2013
    Tradutor(a) Geraldo Carneiro

    Sinopse

    Te comparar com um dia de verão?Tu és mais temperada e adorável.
    Vento balança em maio a flor-botão
    E o império do verão não é durável.
    O sol às vezes brilha com rigor,
    Ou sua tez dourada é mais escura;
    Toda beleza enfim perde o esplendor,
    Por acaso ou descaso da Natura;
    Mas teu verão nunca se apagará,
    Perdendo a posse da beleza tua,
    Nem a morte rirá por te ofuscar,
    Se em versos imortais te perpetuas.Enquanto alguém respire e veja e viva,
    Viva este poema, e nele sobrevivas.
    Ler mais Ler menos

    Ficha técnica

    • Autor(a) William Shakespeare, Geraldo Carneiro
    • Tradutor(a) Geraldo Carneiro
    • Gênero Literatura Mundial
    • Editora Nova Fronteira
    • Páginas 136
    • Ano 2013
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9788520936795
    • Peso do arquivo 0.34MB