• Saudades dos cigarros que nunca fumarei

    Gustavo Nogy

    Record

    Nesses ensaios imprudentes, Gustavo Nogy atravessa temas em torno da dificuldade que é viver neste mundo hoje, com graça e agilidade. O autor desfere contra a mania atual de endeusar os filhos, e faz você se perguntar por que descer ao litoral no feriado – a 20 km por hora no congestionamento – parece eficaz para de escapar de tudo, se todos estão indo junto com você. Em um texto, relembra os tapas na nuca que a mãe lhe dava quando ele chorava na escola, como Proust relembrava as suas madeleines – como um sabor insubstituível perdido no tempo. Em outro, desconcerta com a comparação entre as revistas masculinas e as femininas, e a conclusão de que elas são um bocado parecidas. Ao final, Gustavo se torna para o leitor um bom amigo. Que provoca, diz as coisas como são, e às vezes até ultraja. Mas que nunca perde o humor nem a vontade de ouvir – e a de conversar, em boa prosa.
    Ler mais Ler menos
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 266
    Peso do arquivo 1.18MB
    Ano da publicação 2017
    Tradutor(a)

    Sinopse

    Nesses ensaios imprudentes, Gustavo Nogy atravessa temas em torno da dificuldade que é viver neste mundo hoje, com graça e agilidade. O autor desfere contra a mania atual de endeusar os filhos, e faz você se perguntar por que descer ao litoral no feriado – a 20 km por hora no congestionamento – parece eficaz para de escapar de tudo, se todos estão indo junto com você. Em um texto, relembra os tapas na nuca que a mãe lhe dava quando ele chorava na escola, como Proust relembrava as suas madeleines – como um sabor insubstituível perdido no tempo. Em outro, desconcerta com a comparação entre as revistas masculinas e as femininas, e a conclusão de que elas são um bocado parecidas. Ao final, Gustavo se torna para o leitor um bom amigo. Que provoca, diz as coisas como são, e às vezes até ultraja. Mas que nunca perde o humor nem a vontade de ouvir – e a de conversar, em boa prosa.

    Ficha técnica

    • Autor(a) Gustavo Nogy
    • Tradutor(a)
    • Gênero Pais e filhos
    • Editora Record
    • Páginas 266
    • Ano 2017
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9788501112378
    • Peso do arquivo 1.18MB