• Saúde na Fronteira Brasil-Venezuela

    Lincoln Costa Valença

    Editora Dialética

    Compreender os desafios da gestão em saúde em zonas de fronteiras, observando os direitos sociais, políticos e econômicos que exemplificam a construção da utilização dos serviços de saúde por estrangeiros. Os objetivos são Analisar as ações dos Gestores do SUS sobre a saúde na Fronteira do extremo Norte do Brasil; Caracterizar as demandas dos atendimentos de venezuelanos nas unidades de saúde de Roraima; e Compreender as atividades de formação dos gestores em Roraima a partir dos relatórios da Rede Colaborativa do COSEMS/RR. O debate acerca da relação entre a migração venezuelana e a gestão da saúde em Roraima torna-se necessário principalmente pela urgência, aumento da demanda e da falta de recurso. As ações dos gestores do SUS são analisadas, principalmente nos municípios de Pacaraima e Boa Vista, como também são identificados os atendimentos de venezuelanos nas unidades de saúde de Roraima. Deste modo, foi observado que o aumento dos atendimentos em saúde acompanhou o crescimento da imigração venezuelana, no entanto, sem o aumento proporcional dos recursos financeiros. Palavras-Chave: Migrantes, Refugiados, Gestores Públicos, Políticas Públicas de Saúde.
    Ler mais Ler menos
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 84
    Peso do arquivo 2.14MB
    Ano da publicação 2022
    Tradutor(a)

    Sinopse

    Compreender os desafios da gestão em saúde em zonas de fronteiras, observando os direitos sociais, políticos e econômicos que exemplificam a construção da utilização dos serviços de saúde por estrangeiros. Os objetivos são Analisar as ações dos Gestores do SUS sobre a saúde na Fronteira do extremo Norte do Brasil; Caracterizar as demandas dos atendimentos de venezuelanos nas unidades de saúde de Roraima; e Compreender as atividades de formação dos gestores em Roraima a partir dos relatórios da Rede Colaborativa do COSEMS/RR. O debate acerca da relação entre a migração venezuelana e a gestão da saúde em Roraima torna-se necessário principalmente pela urgência, aumento da demanda e da falta de recurso. As ações dos gestores do SUS são analisadas, principalmente nos municípios de Pacaraima e Boa Vista, como também são identificados os atendimentos de venezuelanos nas unidades de saúde de Roraima. Deste modo, foi observado que o aumento dos atendimentos em saúde acompanhou o crescimento da imigração venezuelana, no entanto, sem o aumento proporcional dos recursos financeiros. Palavras-Chave: Migrantes, Refugiados, Gestores Públicos, Políticas Públicas de Saúde.

    Ficha técnica

    • Autor(a) Lincoln Costa Valença
    • Tradutor(a)
    • Gênero Sociologia
    • Editora Editora Dialética
    • Páginas 84
    • Ano 2022
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9786525233017
    • Peso do arquivo 2.14MB