• Textos do Novo Testamento nas Crônicas de Machado de Assis

    Elenilto Saldanha Damasceno

    Editora Dialética

    A obra analisa a presença dos textos do Novo Testamento nas crônicas de Machado de Assis. Dialoga com estudos sobre a relevância da Bíblia na formação do cânone da literatura ocidental e seleciona o pensamento de Northrop Frye como principal aporte teórico. Estabelece conexões entre alguns dos principais críticos da obra de Machado de Assis em relação aos projetos e ao diálogo do escritor com a tradição cultural. Aborda as características do gênero textual crônica, salienta e analisa alguns aspectos principais da crônica machadiana. Debate sobre a viabilidade da leitura que aproxima o narrador da crônica e o autor Machado de Assis, a partir das proposições de Dílson Cruz Júnior e John Gledson. Apresenta análise sobre a presença dos textos neotestamentários nas crônicas de Machado em dois períodos distintos de sua produção: na fase inicial de sua atividade jornalística e na fase mais aperfeiçoada do experiente cronista. O cruzamento analítico diacrônico entre esses textos confirma a recorrência e o aprimoramento do emprego do recurso da intertextualidade com os textos do Novo Testamento pelo autor, quase sempre revestido de ironia e apoiado, principalmente, em procedimentos parodísticos. Através da observação do conjunto de elementos referenciais do Novo Testamento em suas crônicas, confirma-se o quanto os textos do cristianismo servem, também para Machado, como fonte de inspiração e representam aspecto importante para entendimento das ressonâncias da Bíblia em sua criação.
    Ler mais Ler menos
    Pré-venda
    Este livro será lançado em
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 200
    Peso do arquivo 1.92MB
    Ano da publicação 2021

    Sinopse

    A obra analisa a presença dos textos do Novo Testamento nas crônicas de Machado de Assis. Dialoga com estudos sobre a relevância da Bíblia na formação do cânone da literatura ocidental e seleciona o pensamento de Northrop Frye como principal aporte teórico. Estabelece conexões entre alguns dos principais críticos da obra de Machado de Assis em relação aos projetos e ao diálogo do escritor com a tradição cultural. Aborda as características do gênero textual crônica, salienta e analisa alguns aspectos principais da crônica machadiana. Debate sobre a viabilidade da leitura que aproxima o narrador da crônica e o autor Machado de Assis, a partir das proposições de Dílson Cruz Júnior e John Gledson. Apresenta análise sobre a presença dos textos neotestamentários nas crônicas de Machado em dois períodos distintos de sua produção: na fase inicial de sua atividade jornalística e na fase mais aperfeiçoada do experiente cronista. O cruzamento analítico diacrônico entre esses textos confirma a recorrência e o aprimoramento do emprego do recurso da intertextualidade com os textos do Novo Testamento pelo autor, quase sempre revestido de ironia e apoiado, principalmente, em procedimentos parodísticos. Através da observação do conjunto de elementos referenciais do Novo Testamento em suas crônicas, confirma-se o quanto os textos do cristianismo servem, também para Machado, como fonte de inspiração e representam aspecto importante para entendimento das ressonâncias da Bíblia em sua criação.
    Ler mais Ler menos

    Ficha técnica

    • Autor(a) Elenilto Saldanha Damasceno
    • Tradutor(a)
    • Gênero Teoria e Crítica Literária
    • Editora Editora Dialética
    • Páginas 200
    • Ano 2021
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9786559568055
    • Peso do arquivo 1.92MB