• Videogames, Diversidade e Gênero: Pesquisa Científica e Acadêmica

    Ivelise Fortim, Aline Job, Gabriela Kurtz, Mayara Caetano, Roxane Pirro

    Oficina Lúdica

    Ganhando destaque com o chamado Girls' Games Movement, nos anos 90, a visibilidade das produções acadêmicas que focavam videogames e gênero foi muito importante, não apenas para compreender a posição de mulheres e pessoas LGBTQ dentro dessa cultura, mas também para o nascimento dos próprios Game Studies enquanto disciplina. Compreendendo a cultura dos jogos como algo abrangente e permeado pelas normas sociais, surgem pesquisas sobre a misoginia nos videogames, o 'gender gap' tecnológico e representações sexistas das mulheres nessa mídia – assim como as resistências a estas instâncias. Tais propostas tornaram a entrar em evidência no início dos anos 2010, contando também com o advento de discussões a respeito das representações e públicos LGBTQ. Assim sendo, o livro Videogames, Diversidade e Gênero: Pesquisa Científica e Acadêmica tem como objetivo apresentar um panorama de trabalhos, pesquisas e projetos acadêmicos voltados para pensar gênero, sexualidade e videogames, trazendo a discussão para o recorte brasileiro. Sob a organização de Beatriz Blanco e Lucas Goulart, o volume contou com a colaboração das autoras Aline Job, Gabriela Kurtz, Ivelise Fortim, Mayara Caetano e Roxane Pirro.
    Ler mais Ler menos
    Pré-venda
    Este livro será lançado em
    Oba, você já comprou esse livro! Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Você já possui este livro através da parceria Skeelo + {partner} Acesse o App e aproveite a leitura 😁
    Páginas 80
    Peso do arquivo 0.60MB
    Ano da publicação 2019
    Tradutor(a)

    Sinopse

    Ganhando destaque com o chamado Girls' Games Movement, nos anos 90, a visibilidade das produções acadêmicas que focavam videogames e gênero foi muito importante, não apenas para compreender a posição de mulheres e pessoas LGBTQ dentro dessa cultura, mas também para o nascimento dos próprios Game Studies enquanto disciplina. Compreendendo a cultura dos jogos como algo abrangente e permeado pelas normas sociais, surgem pesquisas sobre a misoginia nos videogames, o 'gender gap' tecnológico e representações sexistas das mulheres nessa mídia – assim como as resistências a estas instâncias. Tais propostas tornaram a entrar em evidência no início dos anos 2010, contando também com o advento de discussões a respeito das representações e públicos LGBTQ. Assim sendo, o livro Videogames, Diversidade e Gênero: Pesquisa Científica e Acadêmica tem como objetivo apresentar um panorama de trabalhos, pesquisas e projetos acadêmicos voltados para pensar gênero, sexualidade e videogames, trazendo a discussão para o recorte brasileiro. Sob a organização de Beatriz Blanco e Lucas Goulart, o volume contou com a colaboração das autoras Aline Job, Gabriela Kurtz, Ivelise Fortim, Mayara Caetano e Roxane Pirro.
    Ler mais Ler menos

    Ficha técnica

    • Autor(a) Ivelise Fortim, Aline Job, Gabriela Kurtz, Mayara Caetano, Roxane Pirro
    • Tradutor(a)
    • Gênero Feminismo e Estudos de gênero
    • Editora Oficina Lúdica
    • Páginas 80
    • Ano 2019
    • Edição
    • Idioma Português
    • ISBN 9788594074034
    • Peso do arquivo 0.60MB